Folha do ES
Ter, 15 de Out

Home   Política     Brasil


"Bolsa jatinho", do BNDES antecipa a disputa de 2022

"Bolsa jatinho", do BNDES antecipa a disputa de 2022

© Divulgação/Embraer “Bolsa jatinho” beneficiou mais de 130 empresas entre 2009 e 2014, segundo o BNDES.

  Por Redação

  22.agosto.2019 às 14:18

O objetivo do presidente Jair Bolsonaro ao abrir a chamada "caixa-preta do BNDES" sempre foi expor a relação de governos petistas com ditaduras estrangeiras e empresários corruptos.

Mas a divulgação da lista de beneficiários de uma linha de crédito do banco para compra de aeronaves da Embraer – a "bolsa jatinho" – parece ter servido a outro propósito que não foi a simples transparência.

A lista do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social antecipou a corrida presidencial ao trazer à tona os nomes do governador paulista João Doria (PSDB) e do apresentador de TV Luciano Huck – potenciais adversários de Bolsonaro no campo da centro-direita em 2022.

A relação, divulgada na segunda-feira (19), inclui ainda celebridades como os músicos Victor e Léo e Cláudia Leitte, o empresário Flávio Rocha e até mesmo banqueiros. Todos compraram jatinhos com juros subsidiados pelo BNDES, um banco público, entre 2009 e 2014.

Pouco dias antes, Bolsonaro já havia marcado posição ao criticar explicitamente Huck. O presidente declarou que o apresentador, por ter se beneficiado do crédito do BNDES, fez “parte do caos”, numa referência a uma declaração de Huck, que disse considerar Bolsonaro “o último capítulo do caos” da política brasileira.


Fonte: Estadão Conteúdo

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo do Leia-se para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Leia-se. Todos os direitos reservados.